Maisa

29 setembro, 2008

Então, minha querida meia dúzia de leitores, gostaria muito de escrever algo inédito hoje mas a verdade é que ainda estou muito cansada da prova p/ o concurso do STJ ontem. Parece até que fiz 3 horas seguidas de musculação. Então hoje vou deixar um texto p/ se pensar: um texto da jornalista Bia Abramo da Folha, sobre a menina Maisa do SBT.

Maisa e a vida diante das câmeras
ELA SÓ tem seis anos e estréia em um programa de entrevistas junto com Silvio Santos. Ela só tem seis anos e é uma espécie de celebridade no YouTube, onde diversos vídeos com cenas da menina estão disponíveis. Ela só tem seis anos e já passou metade da vida em frente às câmeras. Ela só tem seis anos e uma de suas tarefas é fazer frente à audiência do programa da Xuxa…
É natural, naturalíssimo, que, com tudo isso no horizonte, a pequena Maisa, apresentadora do “Sábado Animado”, comporte-se com um extremo de excitação. E é isso mesmo, esse estado alterado, que produz suas gracinhas e suas gafes. A menina é desenvolta e graciosa, não há dúvida, mas é também dona de uma espontaneidade fabricada e de um exibicionismo desconcertante.
A combinação é explosiva, bem na medida de um certo gosto televisivo pelo excepcional que beira o grotesco. Não é à toa que Maisa tem sido um dos personagens que freqüentam com uma certa constância o “Top 5” do “CQC”. Também não é por acaso que, recentemente, os pais e o SBT tentaram barrar o assédio da imprensa, vetando entrevistas com a menina.
Sua performance na televisão, apresentando desenhos animados e conduzindo game shows com os telespectadores, provoca sentimentos muito ambíguos.
Crianças como protagonistas na mídia sempre o fizeram. O talento precoce tem um lado encantador, mas, ao mesmo tempo, repulsivo -sobretudo, quando, em vez de talento, trata-se simplesmente de um jeito, da macaqueação desavisada de gestos e maneiras adultas. Aquilo que parece adorável, segundo algumas sensibilidades, pode provocar também o sarcasmo em outras. E reagir de forma sarcástica diante de uma criança é algo muito, muito brutal.
Não por que as crianças sejam “inocentes”, como se acreditava antes da psicanálise e ainda resiste como clichê. (Clichê, aliás, que a TV adora.) Mas por que elas ainda não têm o aparelhamento emocional para lidar com os sinais trocados do escárnio e da ironia, muito menos quando são dirigidos a elas.
Agora, ela vai dividir o palco com ninguém menos do que um dos personagens televisivos mais hábeis em zombar dos outros parecendo que está sendo simpático. A atração consistirá numa espécie de talk-show, cujo assunto, sempre será a menina e sua desinibição.
Silvio Santos fará perguntas dos telespectadores a Maisa e se pode imaginar muito bem qual será o propósito dessas questões. Ela, ainda, só tem seis anos.

Bia Abramo
…………………………………………………………………………………………………………………………..

Essa menina tem jornada de trabalho maior que de muitos adultos, já vi sua imagem mostrada por horas a fio na tv, em exibições todos os dias da semana, de domingo a domingo. Até acho que nem todos os programas exibidos são ao vivo, mas quantas horas por dia ela precisa trabalhar, pra deixar tudo isso gravado? E a impressão que dá é que tudo ao vivo. Quando ela estuda? Quando ela brinca? Quando ela interage com amiguinhos da idade dela?
Vejam esse vídeo no You Tube:
Maisa
Tudo bem, ela é lindinha, tudo bem, ela é talentosa. Mas vocês também repararam na carinha de cansada dela no vídeo? E ela ainda é apenas uma criança!

Lila