Sugar Free

20 maio, 2008

Dieta, dieta. Depos de perder 9 kg em 45 dias, continuo na minha saga, ainda tenho kgs que quero perder, afinal, não se pula do manequim 44 pro 40 assim tão facilmente. Voltei à nutricionista e ela me disse que agora “SÒ” é proibido açúcar e bebidas alcóolicas. O álcool tá beleza, bebo muito raramente mesmo, umas 3 vezes por ano. E eu, na minha ilusão, achei que cortar o açúcar seria relativamente fácil. Afinal, é só não consumir doces, bolos, refris, chocolates… Certo? Errado.

O que eu não sabia, é que quase todos os alimentos industrializados têm açúcar embutido. Agora tenho que prestar ainda mais atenção nos minúsculos rótulos das embalagens. Já reparava nos rótulos por conta das gorduras trans. E agora sei que mesmo produtos de gosto salgado, levam açúcar em sua composição, pão: tem açúcar, bolacha cream craker: tem açúcar, sucos: mais açúcar, e até iorgutes e barras de ceral lights tem açúcar.

Não sei se vocês sabem, “queridos leitores”, mas há diferença entre alimentos diet e light. Ué não é tudo a mesma coisa? Nã – na- ni- na – não.

Diets são os alimentos livres de açúcar: sem adição de açúcar ou feitos com adoçantes. Lights são os alimentos que têm alguma substância reduzida: menos gordura, ou qualquer outro ingrediente. Por isso que as das barras de cereal light não são livres de açúcar. Sem contar o fato que produtos diet e light têm preço duas, três mais caros que os comuns.

Como adoro imaginar teorias da conspiração, fico achando que isso tudo não passa de uma grande conspiração da indústria alimentícia, manconumada com a indústria da estética, porque você come essas porcarias, engorda, e aí, muitas vezes, tem que recorrer a academias e tratamentos estéticos, se você tiver dinheiro suficiente para isso, é claro. E eu aqui, esperando que minhas caminhadas resolvam o problema…

Eu já desenvolvi uma técnica para me afastar das tentações: quando vou a um shopping ou supermercado e vejo balas, doces, chocolates, sorvetes, uso a técnica do Padre Quevedo, olho para eles e digo: “isto non ecziste” e continuo minha jornada.

PS.: se quiser ler um desabafo sobre o início da dieta, clique aqui: “Dieta”

Lila

Anúncios

É muito melhor…

23 abril, 2008

Engraçado como certas bobagens fazem valer o dia. Hoje por exemplo, resolvi fazer um teste: usar uma calça que não me cabia a pelo menos uns dois anos, e vejam só, ela serviu direitinho, isso já me deixou de bom humor e faz ter ânimo pra continuar minha reeducação alimentar. Depois deste fato fica uma lição, melhor que usar uma roupa nova é usar uma roupa velha que não lhe cabia mais.

Faber


E essa dieta que não acaba?

17 abril, 2008

Está difícil de suportar. 45 dias comendo só frutas, carne, sopas, saladas, ovos, e NADA, nadinha, nenhum grama de açúcar ou de carboidrato.
Tenho certeza que quando acabar essa dieta vou passar no mínimo 6 meses sem comer ovo, não aguento mais.

Que vontade de comer um pão, de doce, de chocolate, de arroz.
É, estou morrendo de saudades de comer arroz, esse prato tão simples e tão típico da culinária nacional, mas não posso… ainda.
Ok estou na metade, faltam 23 dias pra terminar (estou contando os dias).

Mas, parece que a cada dia fica mais difícil.
Efeitos colaterais são vários: estou irritada, mal humorada, impaciente de pouco papo – se já falava pouco, agora estou monossilábica – e com cara de poucos amigos. Parece que estou em uma TPM constante e olha que nem sofro desse mal. GRRRRRRRRRR

Não tenho ânimo para nada, o exame de ordem está aí, marcado para 18/05 e nada de eu estudar. E para completar quero fazer minha inscrição para o exame de ordem e a p#*&* do site do cespe/unb, organizador do exame está uma b#*&* e não me deixa terminar a inscrição.

Acho que já tentei me inscrever mais de 10 vezes. E nem sei se a culpa é do site do cespe ou da minha conexão. Ainda por cima vou ter que recorrer a uma lan house para ver se consigo enfim me inscrever.

Meu objetivo é vou começar a estudar amanhã para as provas da OAB.
Sim, quero mesmo começar a estudar manhã, nem todo projeto precisa começar na segunda feira.

Lila