Nova “fashionista”?

30 maio, 2008

Engraçado que depois que emagreci 9 kg, comecei a ficar mais ligada em moda. Sempre fui e ainda sou contra “ditadura da beleza”, não acho mesmo que só as modelos ou atrizes manequins 34 ou 36 são lindas. Hoje tenho que certeza ninguém, mas ninguém mesmo precisa se enquadrar em quaisquer esteriótipos para ser feliz, até porque ninguém é perfeita, sei que isso é óbvio, mas acredite, só agora aos 27, quase 28 anos, me convenci disso.

No mundo real, onde as celulites não são apagadas com photoshop e a maioria de nós não pode comprar maquiagens caríssimas, ficar de bem com seu corpo, apesar dos defeitinhos, é ter bem-estar. Não tenho conhecimento técnico, nem teórico de moda, mas supreendentemente, comecei a acessar blogs ligados ao tema como o Oficina de Estilo, o Hoje vou assim.

Estou me lembrando que sempre gostei de bolsas e sapatos, embora tenha dificuldade de encontrar sapatos confortáveis para meus pezinhos 35/36, tenho vários, só me faltava o gosto pelas roupa mais fashion, talvez porque era difícil encontrar roupas manequim 44 que ficassem bem, que não parecessem de grávida ou de velha. Não acompanhava semanas da moda, eventos, defiles, e por isso acho que nunca serei uma fashion victim.

Ainda tenho um caminho a percorrer, mais uns kilinhos para eliminar, não estou no MEU peso ideal (o meu, aquele em que me sinto feliz, não o dos endocrinologistas). Tenho biotipo bem brasileiro, que aliás meu namorado adora: baixinha, meio bochechuda, coxas grossas, quadril largo, sei que nunca vou serei manequim 36, talvez nem 38 e pra ser muito sincera, isso não me incomoda nem um pouco, 42 já deve me servir, se chegar ao 40 será excelente. Bjokas

Lila

Anúncios

Tic-Tac da Lila (2)

27 maio, 2008

Após um tempo sem escrever, volto com as novidades da(s) última(s) semanas.

Caheroes

O jornalista Ricardo Feltrim anunciou que “o último capítulo de Caminhos do Coração mostrará a destruição da av. Paulista”. Mas a tragédia acontecerá apenas na visão de uma mutante. Hahahaha Heroes reloaded. No final da 1ª temporada de Heroes, Peter Petrelli tinha uma visão da destruição de NY pelo homem bomba, ou melhor, o homem radioativo.
Confesso que cheguei a assistir alguns capítulos de “Caheroes”, me diverti com a tosqueira deles, mas depois que quase todos os personagens viraram mutantes e a novela ficou mais infestada de vampiros que Vamp, desisti de ver.
Falando em Heroes, a estréa da 3ª temporada nos EUA está marcada para 22 de setembro.

Shyamalan: agora vaaai

Dos 5 fimes já lançados de M. Night Shyamalan adoro dois deles: O Sexto Sentido e Corpo Fechado, gosto de 2 deles: Sinais e A Vila, e detestei o último: A Dama na água é muito, mas muito ruim, roteiro confuso, história inverossímel, personagens não carismáticos, péssima atuação do M. Night, que devia ficar só atrás das câmeras mesmo, horrível.
Hoje fiquei sabendo pelo Omelete que o próximo filme dele “Fim dos Tempos” (“The Happening”) será “rated R”, ou seja, censura nos EUA para maiores de 17 anos. Ah, agora sim, espero que nesse filme ele recupere a mão para direção.

Nerdices

Nerdy Shirts site de camisetas para nerds.

Vi no blog Tudo está rodando do Carlos Alexandre Monteiro que também escreve o Lost in Lost:

Harrison Ford com seus bonecos do Indiana Jones 😀

Uma caixa em formato do NES 8 bits

Por fora

Por dentro

Acho que vou dar uma caixa dessas para o Faber guardar os 116 dvds dele.

Duas Caras: o beijo gay sai ou não sai?

Daneil Castro da Folha informa que a Globo aceitou gravar o beijo gay que o autor quer exibir na novela Duas Caras, na união de Bernardinho e Carlão. Ah, agora é esperar para ver se a Globo terá coragem de exibir o beijo, o que eu duvido muito. Nem assisto a novela, mas acho que é uma boa notícia, é incrível a hipocrisia, cenas heteros pode mostrar tudo, mas um simples beijo “entre iguais” como diz o Aguinaldo Silva vira escândalo. Ah faça-me o favor. Um dos meus lemas é: racismo e homofobia NUNCA.

Tan-tan-ran-tan-tan-tan-tan

Yes, nosso herói de infância está de volta. Estou bem ansiosa, pois pela 1ª vez, assistirei Indiana Jones na telona, no cinema. Aguardem que devemos postar algum comentário sobre o novo filme do arqueólogo e caçador de tesouros mais megaboga de todos os tempos.


Obrigado Guga

25 maio, 2008

A categoria é a mesma, o uniforme multicolorido e o estilo surfista também, mas a forma física não, e por conta disso Gustavo Kuerten, ou simplesmente Guga, se despediu do Tenis de uma forma honrosa. No palco onde se consagrou como o rei do Saibro, onde foi campeão três vezes. Roland Garros hoje viu Guga dizer adeus, ele jogou contra o 19º do ranking, e como já era previsto perdeu, no entanto isso não apaga: as glórias, os títulos, os grandes momentos protagonizados por este que foi o maior tenista que o Brasil já produziu. Depois de sucessivas cirurgias, ele resolveu dizer adeus e neste momento eu digo, obrigado pela forma como ele representou o Brasil.

Faber.


Aos 76 anos Morre Jefferson Peres

23 maio, 2008

São raros os políticos que conseguem emanar uma aura de credibilidade e honestidade, entre eles estava Jefferson Peres, líder do PDT no Senado, que faleceu às 6h30 desta sexta-feira (horário local) em Manaus (AM). Infelizmente muito político corrupto vai soltar foguetes pois estarão livres desta figura honrada que primava pela ética e manutenção dos princípios. Fica aqui a homenagem deste blog a família e todos que o admiravam.


Sugar Free

20 maio, 2008

Dieta, dieta. Depos de perder 9 kg em 45 dias, continuo na minha saga, ainda tenho kgs que quero perder, afinal, não se pula do manequim 44 pro 40 assim tão facilmente. Voltei à nutricionista e ela me disse que agora “SÒ” é proibido açúcar e bebidas alcóolicas. O álcool tá beleza, bebo muito raramente mesmo, umas 3 vezes por ano. E eu, na minha ilusão, achei que cortar o açúcar seria relativamente fácil. Afinal, é só não consumir doces, bolos, refris, chocolates… Certo? Errado.

O que eu não sabia, é que quase todos os alimentos industrializados têm açúcar embutido. Agora tenho que prestar ainda mais atenção nos minúsculos rótulos das embalagens. Já reparava nos rótulos por conta das gorduras trans. E agora sei que mesmo produtos de gosto salgado, levam açúcar em sua composição, pão: tem açúcar, bolacha cream craker: tem açúcar, sucos: mais açúcar, e até iorgutes e barras de ceral lights tem açúcar.

Não sei se vocês sabem, “queridos leitores”, mas há diferença entre alimentos diet e light. Ué não é tudo a mesma coisa? Nã – na- ni- na – não.

Diets são os alimentos livres de açúcar: sem adição de açúcar ou feitos com adoçantes. Lights são os alimentos que têm alguma substância reduzida: menos gordura, ou qualquer outro ingrediente. Por isso que as das barras de cereal light não são livres de açúcar. Sem contar o fato que produtos diet e light têm preço duas, três mais caros que os comuns.

Como adoro imaginar teorias da conspiração, fico achando que isso tudo não passa de uma grande conspiração da indústria alimentícia, manconumada com a indústria da estética, porque você come essas porcarias, engorda, e aí, muitas vezes, tem que recorrer a academias e tratamentos estéticos, se você tiver dinheiro suficiente para isso, é claro. E eu aqui, esperando que minhas caminhadas resolvam o problema…

Eu já desenvolvi uma técnica para me afastar das tentações: quando vou a um shopping ou supermercado e vejo balas, doces, chocolates, sorvetes, uso a técnica do Padre Quevedo, olho para eles e digo: “isto non ecziste” e continuo minha jornada.

PS.: se quiser ler um desabafo sobre o início da dieta, clique aqui: “Dieta”

Lila


Elevador

20 maio, 2008

Quem tem medo de elevador? Acho difícil alguém não ter, pois sempre é apertado, mal iluminado, com pouco ar, entre outros defeitos. Eu pessoalmente não tenho muito problema com isso, mas ontem se eu fosse um claustrofóbico com certeza teria problemas. Eu desci para fazer um lanche e quando ia voltar peguei o elevador e ele em vez de subir desceu para o porão.
O que fazer, espernear, berrar, chorar? Nem uma das anteriores, pensei, vou apertar o botão de socorro, mas ele não funcionou, sentei no chão e comecei a jogar tetris, e de repente o celular deu sinal, aí liguei pra alguém ir me soltar. E happy end, estou aqui para contar esta passagem não muito feliz, mas no mínimo diferente.


Lost – Cabin Fever

18 maio, 2008

O comentário sobre o episódio S04E11 de Lost será escrito a 4 mãos, o Faber decidiu comentar também dessa vez. Demoramos a escrever nossa resenha porque, sempre assistimos os episódios juntos, e só ontem conseguimos ver os episódios 11 e 12.

O S04E11 foi totalmente centrado em John Locke e em como ele estava predestinado, desde o nascimento a ir parar na misteriosa ilha, chamada de “Eyeland”, pelos produtores. Impressionante a vitalidade que Locke possui, sua vontade de viver e de vencer as adversidades, que já manifesta desde quando era bebê.

Locke nasceu prematuramente, sua mãe estava grávida com apenas 6 meses e mesmo assim, ele resistiu. Após conhecer seu pai verdadeiro teve um rim “roubado” e algum tempo depois foi jogado do oitavo andar e conseguiu sobreviver, não bastasse o avião que estava caiu numa ilha perdida e mesmo assim além de sobreviver se recuperou de uma paralisia de forma inexplicável, Ben deu um tiro nele e pouco tempo depois estava de pé pois o tiro acertou o local onde não havia rim.

Se alguém tinha dúvida que ele é o escolhido acho que não resta mais. Impressionante como milagres acontecem em volta do caçador. Da mesma forma que ele é um sobrevivente, ele é um rejeitado: pela mãe, pai, irmãos, na escola. Inclusive pelo próprio Richard “Highlander” Alpert que foi testar o menino aos 5 anos de idade e se assustou com a escolha de Locke, que acabou escolhendo com maior ênfase uma faca, será que ele esperava um cientista, mas encontrou um caçador? Locke na verdade sempre foi criado como pra ser um nerd, mas sua alma era de um explorador.

Outro fato intrigante do episódio foi o Michael mais uma vez com uma arma na cabeça e novamente a arma falha, aí você pára e pensa: será que a ilha novamente interferiu para que o espião de Ben não morresse sem cumprir sua missão? Ou ele teve apenas sorte?

O sonho do Locke nos remete a um filme de Star Trek, no qual capitão Kirk se encontra com capitão Pickard. Neste filme, Jornada nas Estrelas Generations, Kirk fica preso num lapso temporal chamado nexus, onde todos os sonhos se realizam, tudo de bom se realiza mas acontece de uma forma em looping. Da mesma forma que Horace cortava as árvores ad eternum e contou pro Locke onde estava o mapa para encontrar a cabana de Jacob.

Descobrimos, como o médico do cargueiro morreu, mas a pergunta é:afinal, qual a diferença de tempo entre a ilha e o mundo exterior? E mais: o que explicaria essa diferença? As diferentes rotas/coordenadas que levam até à ilha? Afinal, o médico foi jogado ao mar, logicamente seu corpo não seguiu a famosa coordenada 305, aquela rota segura para se entrar na ilha, sem ser afetado pela distorção temporal.

Lembrando-nos das nossas aulas de física no ensino médio, sabemos que o espaço percorrido correspondente à divisão da variação da velocidade e o intervalo de tempo e há também a famosa equação da teoria da relatividade de Einstein: E=mc². Assim, minha indagação é: será que a massa dos corpos/objetos influiria na distorção temporal ilha x mundo exterior? Porque vimos que quando a Regina enviou aquele foguete ao Faraday a diferença de tempo foi de 31 minutos, já o corpo do médico apareceu na praia mais ou menos um dia antes de ter sido assassinado. (?!)

Locke entra na cabana do Pai Jacó, e lá encontra tchanam: Christian Shepard. O pai de Jack diz que não é Jacob (será verdade?) mas que pode falar com ele. Além disso, na cabana também está Claire. Há quem pense que a loirinha morreu naquela explosão na invasão da vila dos outros pelos mercenários do cargueiro e que agora está vagando como fantasma, o que explicaria o súbito interesse do Miles nela no E09. Não sei, mas que ela está muito tranquila para quem abandonou seu filho bebê na selva, no meio de uma invasão armada, isso está, sem falar no sorrisinho enigmático dela. Aí tem.

O episódio termina com Locke dizendo a Ben e Hurley: “Ele (Jacob) quer que movamos a ilha?”

Como assim mover a ilha? Mover fisicamente, ou seja deslocamento no espaço? Ou mover no tempo? Essa movimentação já ocorreu antes e teria o condão de mudar as coordenadas seguras para se entrar e sair da ilha, por isso que Ben diz a Widmore no E10: “você nunca vai encontrá-la?”

Estamos muitos curiosos e ansiosos para ver a Estação Orquídea e para saber como a ilha será movida e quais serão as conseqüência disso. Só nos resta esperar a Season Finale. Até lá.

Lila e Faber