Ronaldo e a extorsão

30 abril, 2008

Não sou uma fã entusiasta do jogador Ronaldo Fenômeno e muito menos advogada dele, quem dera!
Mas tive uma experiência que pode dar alguma credibilidade ao depoimento dele.

Fiz meu estágio curricular no TJDF na área criminal. Direito Penal nunca foi minha área preferida, mas era lá que tinha vagas.Um dia estávamos nós – eu e mais dois colegas – meio de bobeira porque tínhamos terminado os relatórios do dia e ainda eram umas 15:30 e nosso horário ia até às 17h.

Resolvemos ir assistir audiências. Acontece que nas varas próximas à nossa sala não tinha nenhuma que pudéssemos ver, ou já terminado as audiências ou eram sigilosas. Fomos para a outra ala.

Fomos tão longe que pensei até que íamos assistir alguma audiência da àrea cível, o que iria render uma bela bronca da nossa orientadora. Mas que nada, o melhor ainda estava por vir. Encontramos uma vara criminal onde havia uma audiência. Entramos, sentamos e ficamos calados prestando atenção, o comportamento padrão dos estagiários nas audiências.

Eis que a juíza fala para o autor contar sua versão: ele fala nome, demais dados pessoais, estado civil CASADO (!!!), e nós lá calados, sem poder fazer nenhum comentário do tipo: ô cidadão, pára de enganar a sua esposa, separe-se, se assuma e seja feliz.

A história: diz que combinou um programa com o travesti e havia combinado um preço X mas que chegando lá o travesti ameaçou dar um escândalo, ficou com celular caro do cliente e o obrigou a ir em caixa eletrônico para retirar uma quantia que era 3 ou 6 vezes maior que o preço do programa, não lembro o valor exato. E que mesmo depois da extorsão do dinheiro, o réu ainda tinha furtado seu celular Sony caro, que era até lançamento na época.

Depois de contada a versão do autor, a juíza o liberou e ele foi embora. Aí entra a testemunha de defesa, outro travesti que seria a faxineira do réu.
Mesma coisa: ela fala seus dados pessoais, o que é do réu e há quanto tempo o conhece, coisa e tal. Chega o momento dos advogados “entrevistarem” a testemunha, um deles pergunta: você também faz programa? (!)

E a juíza; não, não vou aceitar essa pergunta, não é pertinente, não é relevante. HAHAHAHAHAHAHA
Deu muita vontade de rir na hora, mas tivemos que rir por dentro.

Nessa altura da situação já tinha dado o horário de irmos embora e fomos pra nossa sala. A orientadora perguntou onde tínhamos ido, contamos o caso todo e ela disse: ah, o réu era fulano de tal? E a gente: era sim.

E ela: ah, já o defendi algumas vezes, ele é velho conhecido aqui no fórum.
Isso tudo é só para demonstrar que a extorsão sofrida pelo Ronaldo, não é algo impossível e nem mesmo raro na prática forense.

E parece que confundir travestis com mulheres também não é algo tão raro assim, virou moda entre os famosos.

Lila


Ele vai voltar…

26 abril, 2008

No fim de 2007 a greve dos roteiristas abalou a produção de inúmeras séries de tv norte-americanas, entre elas a aclamada 24 horas, que apesar de uma sexta temporada morna promete voltar com tudo. Para compensar, a nova temporada promete ser de tirar o fôlego, e talvez ser o pior dia da vida do agente da CTU. Para os incautos um spoiler, um personagem que parecia estar morto, retorna com ódio mortal para poder se vingar de Jack Bauer e de todos que estão a seu lado. A série deve ir ao ar em janeiro de 2009 nos EUA e internacionalmente na AVI-Channel. Na TV a cabo brasileira deve ser lançada em março do mesmo ano.

Abaixo uma foto pra matar a curiosidade.


Pensar causa insônia?

25 abril, 2008

Desde os meus 14 anos, por aí, na maioria das vezes, não consigo cair no sono imediatamente, são raros os dias em que capoto, geralmente demoro pelo menos umas duas horas antes de cair no sono, pensando. Pensando em tudo: revivendo situações passadas, anotando mentalmente o que vou fazer no dia seguinte, pensando no futuro, preocupando-me prematuramente. Sim senhor, pelo menos no meu caso, pensar não só é transgredir, como diria Lia Luft, mas sobretudo pensar causa insônia.
Lila


É muito melhor…

23 abril, 2008

Engraçado como certas bobagens fazem valer o dia. Hoje por exemplo, resolvi fazer um teste: usar uma calça que não me cabia a pelo menos uns dois anos, e vejam só, ela serviu direitinho, isso já me deixou de bom humor e faz ter ânimo pra continuar minha reeducação alimentar. Depois deste fato fica uma lição, melhor que usar uma roupa nova é usar uma roupa velha que não lhe cabia mais.

Faber


Não entendi…

22 abril, 2008

Outro dia precisei trocar a embreagem do meu carro, até aí tudo bem, pois estas coisas desgastam mesmo. Só que o problema é que o som voltou desconfigurado, e com o cd player travado. Eu voltei na oficina destravaram o cd, no entanto, não teve jeito, pois o cd fica pulando que nem pipoca la dentro. A única coisa que posso fazer é comprar um novo pois o conserto normalmente não compensa. O porque disso ter acontecido sinceramente não sei, pois na visão de um leigo, embreagem e sistema de som não são coisas ligadas. Agora é sentar e chorar pois a vida segue.

Faber


Também estou na contagem

17 abril, 2008

Não é só ela que está na contagem regressiva, eu também estou, eu por estar sempre falando com ela já prestei atenção em algumas coisas que ela citou, mas sinceramente não me importo com nada, quero estar ao lado dela pra acalentar, pra fazer companhia e poder ajudar no que for possível, sei que muitas vezes encho o saco, parece que to pegando no pé, mas na verdade eu quero é tentar fazer ela esquecer um pouco tudo que está passando, não é fácil, pois tenho medo de passar a fronteira e deixar ela chateada, mas acho melhor pecar por ser super atencioso do que ser relapso. Contagens regressivas fazem parte do meu dia a dia, pois estou pra explodir de cansado, tem dias que não dá ânimo nem de sair da cama, mas respiro fundo e penso, levanta e vai. Esse fim de semana tem feriadão e vou passar com ela, e poder descansar um pouco, pois não tem nada melhor que relaxar junto com ela. Por falar nisso agora faltam 13 dias para minhas férias e contando.

Faber


E essa dieta que não acaba?

17 abril, 2008

Está difícil de suportar. 45 dias comendo só frutas, carne, sopas, saladas, ovos, e NADA, nadinha, nenhum grama de açúcar ou de carboidrato.
Tenho certeza que quando acabar essa dieta vou passar no mínimo 6 meses sem comer ovo, não aguento mais.

Que vontade de comer um pão, de doce, de chocolate, de arroz.
É, estou morrendo de saudades de comer arroz, esse prato tão simples e tão típico da culinária nacional, mas não posso… ainda.
Ok estou na metade, faltam 23 dias pra terminar (estou contando os dias).

Mas, parece que a cada dia fica mais difícil.
Efeitos colaterais são vários: estou irritada, mal humorada, impaciente de pouco papo – se já falava pouco, agora estou monossilábica – e com cara de poucos amigos. Parece que estou em uma TPM constante e olha que nem sofro desse mal. GRRRRRRRRRR

Não tenho ânimo para nada, o exame de ordem está aí, marcado para 18/05 e nada de eu estudar. E para completar quero fazer minha inscrição para o exame de ordem e a p#*&* do site do cespe/unb, organizador do exame está uma b#*&* e não me deixa terminar a inscrição.

Acho que já tentei me inscrever mais de 10 vezes. E nem sei se a culpa é do site do cespe ou da minha conexão. Ainda por cima vou ter que recorrer a uma lan house para ver se consigo enfim me inscrever.

Meu objetivo é vou começar a estudar amanhã para as provas da OAB.
Sim, quero mesmo começar a estudar manhã, nem todo projeto precisa começar na segunda feira.

Lila